A Bruxa | Review



A Bruxa (The Witch), Situada na Nova Inglaterra no ano de 1630, a trama gira em torno de uma família que é expulsa da colônia onde viviam, por divergências religiosas. O casal William e Katherine juntamente com suas cinco crianças, são forçados a viver próximos de uma floresta sinistra, local onde segundo lendas seria controlado por bruxas. 
Coisas sinistras começam a acontecer, animais começam a agir de forma estranha e violenta, a colheita não vinga, e quando uma das crianças desaparece, o medo e a paranoia tomam conta de todos. Seria um lobo? Uma bruxa? Enquanto se avança a trama, vemos o perturbador é o desenrolar dessa história.

O filme é baseado em relatos de documentos da época, um período extremamente religioso, onde as crenças em pactos e adoradores do diabo, podiam levar a loucura ou a morte (é importante levar em consideração o contexto da época). O elenco é muito bom, principalmente as crianças. 

The Witch tem uma fotografia linda, com planos abertos e uma floresta sinistra. A falta de uma trilha sonora (em grande parte) e o uso luz natural são grandes componentes no filme. 
Recomendo que assistam ao filme na versão legendada, o idioma falado, é um inglês arcaico (como se falava na época) e é um elemento que só enriquece a experiência, se você está procurando sustinhos, esse filme não é pra você, em uma época onde tudo é jogado na sua cara e se tem muito CGI, A Bruxa brinca com o escuro e o usa a seu favor.  RECOMENDO!

A Bruxa | Nota: 4.5/5 


Google Plus

Autor: Marlon Matti

#UnaseaLiga
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário