Mortal Kombat X #2 e #3 | Review

História começa a engrenar e o futuro é sombrio!



Se você não viu a primeira Review de Mortal Kombat X, confira clicando AQUI!

Bem, depois de um início apressado, nas edições 2 e 3 sabemos mais sobre o treinamento de Takashi Takeda, filho de Kenshi, no templo dos Shirai Ryu (clã de ninjas do Scorpion).


A segunda e terceira edições mostram a evolução de Takeda e suas habilidades, por meio de cenas de luta com seu amigo de treinamento Fox. Além disso, vemos a relação de Takeda com seu mestre o meu lutador favorito e que não é o Sub Zero Scorpion.
Há um pouco de evolução na história e vemos Raiden passando uma mensagem para Scorpion sobre o que vem por aí (um demônio escapou de NetherRealm)e uma voz demoníaca assombrando Fox sobre o "código de sangue".


Não direi mais porque não quero dar spoilers, mas o roteiro está ficando mais bizarro e insano, digno de Mortal Kombat.
Shawn Kittelsen não economiza no sangue e deixa o leitor curioso pelas próximas edições. A arte de Dexter Soy também não deixa a desejar. O desenhista faz um ótimo trabalho nas cenas brutais e traz quadros de encher os olhos. Uma equipe acertada!

Finalmente Mortal Kombat X começa a despertar minha atenção!
Mais Reviews em breve...

Mortal Kombat X #2 e #3 - Roteiro: Shawn Kittelsen - Arte: Dexter Soy - DC Comics (formato digital, 40 páginas, US$ 3,99).
                                                      
                                                     Leia + sobre Mortal Kombat X 

Google Plus

Autor: Thiago Monteiro

#UnaseaLiga
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário