A Série Divergente - Insurgente | Crítica

Insurgente satisfaz os espectadores, mas sofre com a "maldição" do capítulo do meio...



Após o sucesso de Divergente, já era óbvio que a saga de Tris, Four e cia. continuaria nos cinemas.
Um ano depois, chega aos cinemas sua continuação, Insurgente, que embarca no sucesso do antecessor e com certeza, terá uma grande arrecadação nas bilheterias (principalmente no Brasil, onde conquistou uma grande base de fãs).

Sinopse - Em Insurgente, vemos Tris (Shailene Woodley) e Four (Theo James) sendo caçados por Jeanine Matthews (Kate Winslet), a líder da Erudição. Em busca de respostas e assombrados pelo passado, o casal encara grandes desafios para descobrir a função dos Divergentes no mundo.


Agora sob a batuta do diretor Robert Schwentke (do massacrado R.I.P.D Agentes do Além), a segunda parte da Saga Divergente mantém o ritmo do primeiro, sendo uma continuação direta deste (por isso, aconselho à todos que assistam o primeiro filme antes de assistir Insurgente!). O filme agrada o espectador, mas sofre com a "maldição" dos capítulos do meio (o clássico filme de transição). Na realidade, apesar da quantidade de cenas de ação frenéticas, o filme somente nos prepara para o que vem por aí em Convergente (dividido, como sempre, em duas partes!). Mas isto não quer dizer que o filme seja fraco, longe disso.

Na parte visual, Insurgente deixa o espectador impressionado com efeitos visuais incríveis (principalmente nas cenas de simulação) e fotografia apurada. O duvidoso diretor também faz um bom trabalho e não compromete a obra!
O elenco, liderado por grandes atrizes como Shailene Woodley, Kate Winslet e Naomi Watts (sim, ela está no filme, irreconhecível!)não decepciona e possui uma evolução em comparação com Divergente. Miles Teller mostra que tem um grande futuro pela frente em Hollywood, e Theo James vai muito bem como o par romântico de Tris.

O roteiro de Brian Duffield, Akiva Goldsman e Mark Bomback se permite a realizar algumas mudanças sutis na história, o que pode deixar muitos fãs da série de livros frustados por não ser tão fiel a série original. 


No geral, o segundo capítulo da franquia agrada o público. Agora, só basta esperar por Convergente e conferir se a série irá se juntar ao "hall" de Harry Potter e Jogos Vorazes, como uma das grandes adaptações de livros para o cinema. Isso só depende dos produtores, pois ainda há muita "boa" lenha para queimar...

Nota: 3,3/5.

                                                               Leia + Críticas

Google Plus

Autor: Thiago Monteiro

#UnaseaLiga
    Blogger Comment
    Facebook Comment

13 comentários :

  1. Confesso que não curto muito este tipo de filme mas esta série de livros e bem famosa na net presumo que para quem gosta,deve ser uma ótima dica.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei ansiosa para assistir esse filme, e olha, esse nem é muito dos meus. Parabéns pelo texto e pela criatividade, você vai longe, hein ^^
    Bjus.

    egodeescritor.blogspot.com.br/2015/03/vos-olhares-os-olhares-olhos-contentes.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou vc é sempre bem vinda aqui no blog

      Excluir
    2. Muito obrigado pelo elogio!
      Que bom que o texto lhe agradou, espero estar fazendo um ótimo trabalho!
      Vlw!

      Excluir
  3. pow só esta foto que tu escolheu acima já me despertou total interesse ..parece ser muito bacana esta série..vou procurar pra conferir ..abr.
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Entao, eu li a trilogia completa, e Convergente foi o pior livro da minha vida. Fiquei numa ressaca literaria absurda.
    O modo como ela terminou a trilogia foi PÉSSIMO!
    Fui assistir Insurgente nesse fim de semana, apenas para ver a adaptação de algo que já li.
    Os efeitos especiais estão de parabéns, o elenco também, mas é exatamente o que voce falou, é aquele filme que serve só para pessoa ir ver o próximo pois não acontecem TANTAS coisas legais assim.
    De todo resto eu gostei do filme e de uma escala de 1 a 10 acho que avaliaria com 8.
    BEijao
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Marlon!
    Adoro distopias e pretendo assistir ao filme, mas já sei que não devo criar muitas expectativas.
    E pensando bem, isso é bom, pois posso acabar me surpreendendo na hora.
    Quanto a fidelidade ao livro, é sempre assim... com a justificativa de que é uma "adaptação da obra literária".

    Boa semana!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ahhh não sei. O filme (sem livro) é legal mas, se comparado ao livro achei que cortaram muitas partes importante que eu pelo menos senti muita falta.
    Sem falar no final do livro que foi drasticamente mudado sendo que, a partir dai que começa o terceiro. Não sei o que vão fazer pra concertar isso mas espero que seja muito bem feito.
    Mas adorei seu post, o filme no geral foi ótimo, gostei bastante dos efeitos.

    *--*

    www.saladadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo elogio, que bom que gostou do post!
      Sua opinião é sempre bem-vinda em nosso site!

      Excluir
  7. Oieee tudo bem? Divergente é uma ótima saga, eu adorei o primeiro livro e amei o primeiro filme, ainda não assisti Insurgente, e estou na metade do livro, estou demorando décadas para terminar de ler o livro o que não aconteceu com divergente, acho que é a tipica maldição do capitulo do meio mesmo kkk, enfim, quero terminar de ler o livro para assistir ao filme, espero gostar do filme pois o livro não está me agradando rs, Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Que foto incrível!
    Só pelo trailer já imaginava que os efeitos seriam fodásticos!
    Mas suas considerações muito sensatas me deixaram num nível de "por favor controle expectativas" pois sim o meio deixa a desejar na maioria das vezes!

    Beijos!
    http://www.deixaela.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, os efeitos estão incríveis. Espero que tenha gostado da crítica, e que suas expectativas sejam atendidas kkk
      Obg!

      Excluir