Better Call Saul | Crítica Episódio Piloto

É melhor chamar o... Jimmy McGill!



Desde o anúncio de Better Call Saul, os fãs de Breaking Bad ficaram ansiosos pela nova empreitada de Vince Gilligan e as origens do advogado de Walter White, o sacana Saul Goodman.
Pois bem. Hoje (09/02) foi lançado o primeiro episódio da série pela Netflix no Brasil e após assistir, posso dizer que eu tenho grandes expectativas para esta 1ª temporada da série.


É melhor chamar o Saul!

Em Better Call Saul, somos apresentados à Jimmy McGill (o nome verdadeiro de Goodman), um pobre e mal-sucedido advogado e sua jornada para se tornar o extravagante Saul Goodman, um dos personagens mais carismáticos de Breaking Bad.

Eu gostei bastante do primeiro episódio da série, iniciando com uma cena mostrando Saul pós-Breaking Bad, relembrando seus tempos de advocacia assistindo suas propagandas "Better Call Saul!". Com um visual bem interessante (em preto e branco), o ínicio já mostrava que Gilligan não estava de brincadeira!

Assim, voltamos ao passado e a jornada de Saul Goodman começa...



"Uno", episódio de estreia da série, traz de volta o universo de Breaking Bad com maestria! Ver o inexperiente Saul ensaiando suas falas no banheiro antes de um julgamento é íncrivel. Bob Odenkirk volta à interpretar Saul Goodman, mais uma vez, em uma ótima atuação.
Em meio aos conflitos de Jimmy McGill, outro personagem que terá grande importância é seu irmão Chuck, peça importante para que ele consiga seus objetivos de grandeza.
Os novos personagens também agradam, apesar de não terem um grande carisma.

A direção de Vince apresenta assim como em Breaking Bad, tomadas criativas e interessantes. Mais um ponto positivo, fãs!

A aparição de Mike (Jonathan Banks) e de outro personagem conhecido de Breaking Bad é a cereja do bolo neste ínicio promissor da jornada de Jimmy McGill/Saul Goodman!

Aos poucos a série mostra que tem bastante história para contar e já tem uma segunda temporada confirmada! Por enquanto, a série só parece acrescentar ao universo incrível de Walter White e cia.

Com um sentimento de nostalgia, Better Call Saul começa deixando um gostinho de quero mais!
Obrigado, Vince Gilligan!

Eu #Recomendo Better Call Saul!

Nota: 4,2/5.


Leia + sobre Better Call Saul


Google Plus

Autor: Thiago Monteiro

#UnaseaLiga
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário