O Hobbit - Ouça a canção dos anões "Far Over the Misty Mountains Cold" - Letra & Tradução

Lembra da canção dos anões em O Hobbit: Uma Jornada Inesperada? Ela se chama Far Over the Misty Mountains Cold e é tão linda quanto poderosa. Vamos relembrar essa linda. Confira:



Veja também a versão estendida "trailer cover" #Recomendo


Far Over the Misty Mountains Cold

Far over the misty mountains cold
To dungeons deep and caverns old
We must away ere break of day
To seek the pale enchanted gold
The dwarves of yore made mightly spells
While hammers fell like ringing bells
In places deep, where dark things sleep
In hollow halls beneath the fells

For ancient king and elvish lord
There many a gleaming golden hoard
They shaped and wrought, and light they caught
To hide in gems on hilt of sward
On silver necklaces they strung
The flowering stars, on crowns they hung
The dragon-fire, in twisted wire
They meshed the light of moon and sun
Far over the misty mountains cold
To dungeouns deep and caverns old
We must away, ere break of day
To claim our long-forgotten gold

Goblets they carved there for themselves
And harps of gold; where no man delves
There lay they long, and many a song
Was sung unheard by men or elves
The pines were roaring on the height
(The pines were roaring on the height)
The winds were moaning in the night
The fire was red, it flaming spread
(The fire was red, it flaming spread)
The trees like torches blazed with light
The bells were ringing in the dale
(The bells were ringing in the dale)
And men looked up with faces pale
The dragon's ire more fierce than fire
(The dragon's ire more fierce than fire)
Laid low their towers and houses frail

The mountain smoked beneath the moon
(The mountain smoked beneath the moon)
The dwarves, they heard the tramp of doom
They fled their hall to dying fall
(They fled their hall to dying fall)
Beneath his feet, beneath the moon

Far over the misty mountains grim
To dungeons deep and caverns dim
We must away, ere break of day
To win our harps and gold from him!

The pines were roaring on the height
(The pines were roaring on the height)
The winds were moaning in the night
The fire was red, it flaming spread
(The fire was red, it flaming spread)
The trees like torches blazed with light
The bells were ringing in the dale
(The bells were ringing in the dale)
And men looked up with faces pale
The dragon's ire more fierce than fire
(The dragon's ire more fierce than fire)
Laid low their towers and houses frail

Letra & Tradução: Vagalume
Distante do frio das Montanhas Nebulosas

Distante do frio das Montanhas Nebulosas
Para as profundas masmorras e cavernas antigas
Devemos sair antes do raiar do sol
Para buscar o ouro pálido encantado
Os anões de antigamente fizeram feitiços poderosos
Enquanto martelos batiam como o badalar dos sinos
Em abismos, onde criaturas da escuridão dormem
Em corredores vazios sob as colinas


Para o antigo rei e senhor élfico
Existem muitos tesouros reluzentes escondidos
Eles moldaram e forjaram, e brilho obtiveram
Para esconder as jóias no punho da espada
Em colares de prata eles amarravam
As estrelas brilhantes, sobre as coroas colocavam
O dragão de fogo, em fio retorcido
Eles combinaram a luz da lua e do sol
Distante do frio das Montanhas Nebulosas
Para as profundas masmorras e cavernas antigas
Devemos sair, na calada da noite
Para clamar nosso ouro a muito tempo esquecido


Cálices eles esculpiram para si
E harpas de ouro; onde nenhum homem cavou
Lá ficou por muito tempo, e muitas das canções
Foram inéditas cantadas por homens ou elfos
Os pinheiros estavam rugindo nas alturas
(Os pinheiros estavam rugindo nas alturas)
Os ventos estavam gemendo na noite
O fogo era vermelho, flamejando se espalhou
(O fogo era vermelho, flamejando se espalhou)
As árvores como tochas brilhavam com luz
Os sinos estavam tocando no vale
(Os sinos estavam tocando no vale)
E com rostos pálidos os homens olharam para cima
A ira do dragão mais feroz que o fogo
(A ira do dragão mais feroz que o fogo)
Derrubou suas torres e casas frágeis


A montanha enfumaçada debaixo da lua
(A montanha enfumaçada debaixo da lua)
Os anões ouviram o barulho da destruição
Eles fugiram de seus corredores para morrerem
Eles fugiram de seus corredores para morrerem
Sob seus pés, sob a lua


Distante da crueldade das Montanhas Sombrias
Para masmorras e cavernas escuras
Devemos sair, na calada da noite
E tirar dele nossas arpas e nosso ouro!


Os pinheiros estavam rugindo nas alturas
(Os pinheiros estavam rugindo nas alturas)
Os ventos estavam gemendo na noite
O fogo era vermelho, flamejando se espalhou
(O fogo era vermelho, flamejando se espalhou)
As árvores como tochas brilhavam com luz
Os sinos estavam tocando no vale
(Os sinos estavam tocando no vale)
E com rostos pálidos os homens olharam para cima
A ira do dragão mais feroz que o fogo
(A ira do dragão mais feroz que o fogo)
Derrubou suas torres e casas frágeis



Leia a crítica de Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos

Leia mais sobre O Hobbit
Google Plus

Autor: Marlon Matti

#UnaseaLiga
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários :

  1. Muito bonita essa gravura...será que é de algum livro?
    Quando eles cantam antes da jornada começar, ainda na casa de Bilbo, é um momento muito bonito do filme... acredita que eu li muito post do povo reclamando que os anões cantam muito? Ah, eu acho as letras tão bonitas... e nos filmes quase nem tem, ao contrário do livro .... tá, confesso que quando li o livro eu andei pulando algumas estrofes .... kkkk

    Aproveitando: convido os seus leitores que quiserem começar essa jornada a participarem de um sorteio lá no meu blog, tem DVD com o início dessa jornada e livro com bastidores do filme
    http://pitacosdelua.blogspot.com.br/2014/12/o-hobbit-resenha-do-livro-e-sorteio-de.html

    E eles já vão poder viajar cantando junto com os anões :)

    ResponderExcluir