Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário - Crítica

Novo longa se perde ao tentar fazer um filme para um novo público e não para os fãs.



Masami Kurumada e a Toei Animation se juntaram para fazer o ambicioso Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário, mas será que o reboot da saga das 12 casas cumpriu o seu dever com os fãs?! 

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário chega aos cinemas prometendo ser uma grande adaptação que traria o sentimento de nostalgia aos fãs da série clássica, mas... não foi bem assim.
O filme adapta a saga das 12 Casas em 1 hora e meia. Era certo que o filme iria dar um belo corte nos acontecimentos do anime, mas pelo que vi, deram um rombo na história original. Frases clássicas, batalhas épicas e dramáticas foram cortadas ou resumidas em pouquíssimo tempo! E a música clássica(Pegasus Fantasy) presente no trailer?! Não é ouvida nem nos créditos finais!
Tudo foi tão rápido que os únicos personagens que chegaram a ser melhor desenvolvidos foram Saori Kido/Athena e Seiya(este com excesso de protagonismo no filme).
Ao tentar fazer um filme para um novo público, que mal deve saber a importância da série Saint Seiya, os produtores não satisfazem os fãs. Por exemplo, não há nenhuma gota de sangue derramada no filme! 0% de sangue, NADA! Em nada se parece com o original, onde os Cavaleiros realmente se sacrificavam por Athena, em lutas catastróficas e mortais.

Outro ponto ruim foi o roteiro raso, onde os Cavaleiros de Ouro são mal-utilizados e uma trama vazia, que acaba com o lado dramático e foca mais nas crianças, com muitas piadas e cenas engraçadas(OK... algumas cenas foram bem divertidas!).


Mas o filme não é tudo de ruim, não. O visual do filme é espetacular e algumas inovações como o novo Santuário ficaram bem legais. A dublagem como sempre, é o ponto alto do filme. Ouvir aquelas vozes novamente foi uma sensação incrível!
Então galera, se você quer se divertir com o filme, não vá ao cinema com a expectativa de ver um ótimo reboot do clássico, pois o filme tem uma pegada infantil e não chega nem perto da saga das 12 Casas original.
Se o objetivo era fazer uma grande releitura do clássico, o filme falha miseravelmente, mas ainda vale seu ingresso!

Nota: 2,8/5.


A partir daqui falarei um pouco mais sobre alguns pontos que não gostei do longa.

SPOILERS ABAIXO! Recomendo que assistam ao filme e vejam se concordam comigo...

Máscara da Morte: Uma das mudanças que mais odiei no longa. O terrível Máscara da Morte se torna um babaca que se acha palhaço e fodão(com direito a musical a là Disney!). Para ele, todos os outros Cavaleiros são "latas-velhas", mas depois que ele leva um pau do Shiryu, simplesmente vira um bosta... sofrível!

Morte besta do Afrodite de Peixes: Nada a declarar... 

Ikki fodão(só que não!): Ikki de Fênix, um dos Cavaleiros mais fodas de Saint Seiya aparece no filme botando moral, sempre sozinho e sem a companhia de Seiya, Hyoga, Shun e Shiryu. Como qualquer fã, achei que ele iria extrapolar os níveis de fodelança no filme. Só achei! Quando ele chega para salvar Shun(sempre ele...) ele simplesmente é derrotado e não chega a fazer NADA no filme!

Batalhas bem fraquinhas e final sofrível: As épicas batalhas da saga clássica foram desperdiçadas e o final... vish! Tem cada coisa que não gostei que vou até enumerar aqui:
1. Seiya vira uma espécie de centauro(!!!) com a armadura de Sagitário;

2. Saga de Gêmeos têm que apelar para um monstro estátua gigante e até se funde com a "coisa";

3. Apenas Seiya luta contra Saga, enquanto os outros Cavaleiros só olham;

4. Os Cavaleiros de Ouro aparecem lutando com a estátua tão rápido que nem dá tempo para falarem o nome dos seus poderes;

5. E após esperar o filme todo, finalmente iria ouvir Pegasus Fantasy nas cenas finais do filme... mais um engano meu, pois a clássica música só aparece no trailer mesmo... que tristeza!

Mesmo assim #Recomendo à todos os fãs de Saint Seiya, mas lembrem-se de ir com a mente aberta, que será mais divertido e menos sofrível, hehe.

Google Plus

Autor: Thiago Monteiro

#UnaseaLiga
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário