O Príncipe (2014) | Review

Bons atores não salvam filme de ação facilmente esquecível.



O Príncipe chega aos cinemas seguindo o mesmo estilo de muitos filmes atuais como Busca Implacável, onde um pai tem que salvar sua filha de bandidos e sequestradores, sempre com muito ação e sangue. Mas será que o filme estrelado por Jason Patric e Bruce Willis é tão bom quanto o filme com Liam Neeson ou é somente mais um filme que cai no esquecimento como muitos filmes de ação atuais?! 
Confira a sinopse abaixo:
Um assassino aposentado deve voltar à ativa e confrontar um antigo inimigo quando sua filha é sequestrada.

Apesar do enredo já estar bem batido, estava com boas expectativas antes de assistir ao longa, afinal, com um elenco que também contava com John Cusack, o filme não deveria ser ruim.
Pois é, mas ao assistir o filme, minhas expectativas não foram atendidas. Parece que os atores se meteram numa furada... e das grandes!
O longa, dirigido por Brian A. Miller não dá espaço para um melhor desenvolvimento dos personagens, principalmente o personagem de John Cusack, que ao invés de ser um dos personagens-chave na trama, tem uma curta aparição no filme, ao contrário do que mostra o pôster do filme. 

Além de uma direção mediana, o roteiro não consegue atrair o público e não sai da mesmice de muitos filmes B da atualidade.

Então se a equipe técnica, roteiristas e direção não são das melhores, os atores não conseguem sustentar a produção. Jason Patric atua no automático, assim como Bruce Willis, no papel do vilão do filme. Como eu já disse, John Cusack aparece mais como uma participação especial do que um personagem importante. Além desses, o elenco conta com Gia Manteiga Mantegna, Rain e 50 Cent, estes com atuação mediana.

Então, se você espera um grande filme de ação, é melhor nem gastar seu dinheiro assistindo no cinema, mas se quiser dar uma conferida, é melhor alugar o DVD.

Nota: 1,7/5.







Google Plus

Autor: Thiago Monteiro

#UnaseaLiga
    Comentários Blogger
    Comentários Facebook

0 comentários :

Postar um comentário